Marketing digital para público B2B e B2C será que funciona mesmo

Marketing digital para público B2B e B2C: será que funciona mesmo?

Tempo de Leitura: 3 minuto(s)

Acredite ou não, existe uma diferença enorme entre vender um produto para uma empresa e negociar diretamente com um consumidor. Certamente, em ambos os casos o comprador é uma pessoa, entretanto, a experiência prática mostra que cada tipo de mercado deve ser tratado com abordagens únicas.

É justamente daí que surge o assunto do marketing para B2B e B2C — uma prática que vem ganhando destaque e aumentando significativamente a força de marcas. E aí? Quer aprender um pouco mais sobre o assunto? Acompanhe o artigo que preparamos e aprimore seus conhecimentos!

Marketing para B2B e B2C

Como abordamos rapidamente na introdução, podemos segregar o marketing em duas abordagens macro: para empresas, ou Business to Business (B2B) e para consumidores, ou Business to Consumer (B2C).

Quando você comercializa em um contexto B2B, existe a necessidade de focar a lógica do produto/serviço e os recursos que ele pode oferecer. A abordagem é totalmente voltada a entender os compradores organizacionais e como eles operam dentro dos limites de suas atividades.

Por outro lado, o marketing B2C deve ser mais direto, emocional e preparado para demonstrar os benefícios do produto/serviço. Além disso, é importante oferecer ao público uma linguagem mais simples e veiculada em canais variados — diferentemente do B2B

Aplicação do funil de vendas

O funil de vendas é uma prática já conhecida e testada. Ela consiste, basicamente, em direcionar o cliente durante etapas:

  • topo: converter o usuário em um possível comprador;
  • meio: convencimento;
  • fundo: demonstração da solução oferecida pela empresa.

Por que tratamos desse tema? Simples! O princípio do funil de vendas se aplica a ambos os tipos de operação, tanto a B2B quanto a B2C. Apesar disso, a empresa é responsável por aplicar suas estratégias com base no público. Veja um exemplo disso no próximo tópico.

Estratégia B2B x estratégia B2C

Para demonstrar de forma clara a diferença entre os dois públicos, trouxemos um caso prático. Imagine uma empresa que comercializa uma loção para a pele que, além de hidratar, alivia coceiras.

Se o cliente é do público B2B, ele estará mais interessado nas características e qualidades técnicas da hidratação. Já no caso do público B2C, os consumidores terão um interesse maior em diferenciais atrativos, como o alívio da coceira.

Soluções especializadas

Não restam dúvidas de que uma campanha de marketing pode ter muito mais sucesso quando a empresa compreende como segregar estratégias de marketing para B2B e B2C. Nesse caso, é comum produzir para ambos os segmentos e daí surge uma relevância ainda maior de estruturar a divulgação.

Em complemento às informações que trouxemos, uma dica válida é contar com o suporte de um parceiro especializado em marketing para B2B e B2C. Dessa forma, é uma garantia de que todos as etapas do marketing serão cumpridas com excelência e a empresa poderá tirar grande proveito desse investimento.

E então, leitor? Sua empresa diferencia o marketing para consumidores do marketing para empresas? Caso tenha gostado deste material, aproveite para assinar nossa newsletter e receber os artigos que produzimos em primeira mão!

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE:

Sobre Nós

Atualmente, estar presente no meio digital é primordial para a sobrevivência de qualquer negócio. A ONLINESITES está a 15 anos desenvolvendo sites e estratégias de marketing digital para empresas de vários segmentos do mercado. Em nosso portfólio temos mais de 350 clientes ativos no Centro Oeste Mineiro, região metropolitana de Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro.

Marketing Digital e Criação de Sites - Onlinesites.
Av. Cel. Júlio Ribeiro Gontijo, 321 - Esplanada
Tel.: (37) 3221-5817

Marketing Digital e Criação de Sites - Onlinesites

© 2017 - Todos os direitos reservados